27/12/2013

ORAÇÃO DO MATUTO...
FELIZ ANO NOVO!
COM ESTA SIMPLÓRIA ORAÇÃO DO MATUTO CUMPRIMENTO OS MEUS AMIGOS E VISITANTES QUE POR AQUI PASSAM E ME VISITAM DESEJANDO-LHES DO FUNDO DO MEU CORAÇÃO UM ANO NOVO DE PAZ SAÚDE E PROSPERIDADE EM 2014.

14/12/2013

RAFAEL

Rafael, querido netinho!
Fazer aniversário é uma alegria, é fraternidade é solidariedade, é a oportunidade que temos de prestar homenagem e de dizer ao aniversariante o quanto o amamos e lhe queremos bem!  
Hoje seu primeiro aninho; iniciando a vida, hein, menininho!
 Deus lhe abençoe!
Viver é uma arte difícil de ser apreendida mas, com ajuda do papai e da mamãe, e da família os problemas que surgirem serão superados. Daí a importância da família na vida da gente.
Assim como nos primeiros passos, a vida é cheia de obstáculos, muitas vezes nos levam ao chão,  cair e  levantar requer esforço e isso já aprendeu desde os 11 meses quando começou a andar. Quedas são rotineiras na vida, não são castigos.  Não existe vida só de bonanças, os tropeços, as quedas são  desafios a enfrentar, alternados, sem dúvidas, com  coisas boas também e que amenizam e cicatrizam as feridas provocadas!
Infelizmente, já  experimentou o primeiro tombo,  mas, levantou a cabeça, sacudiu a poeira deu a volta por cima, mostrando-se forte e valente, assim mesmo é que deve ser!  
Os beijinhos, abraços e carinhos paternais  socorrem e aliviam, rapidamente, todo sofrimento que por ventura vier a resistir e, assim, com amor esterá melhor preparado!
Acontecendo recaídas meu querido, faça o mesmo,  levante-se, se precisar estenda a mão, peça ajuda, não se constranja, um bom amigo não nega colaboração, e um vencedor nunca se deixa abater!
Ao seu lado, o Arcanjo seu xará, lhe dará cobertura, acompanhando-o solícito e pronto para lhe proteger, é só invoca-lo e confiar! É seu anjo de guarda!

Outros aniversários virão e,  novas oportunidades de demonstrar nosso carinho e amor também,  renovaremos sempre nossos votos de FELICIDADES, estendo-lhe nossa mão e dizendo-lhe e aos seus pais:
" FELIZ ANIVERSÁRIO, RAFAEL! "


12/12/2013

FELIZ NATAL!


Caríssimos amigos, visitantes e seguidores 

Neste Natal
eu desejo que as verdadeiras amizades continuem 
eternas e tenham sempre um lugar especial em nossos corações.
Que o carinho esteja presente em um simples olá, ou em qualquer outra frase, mesmo digitada rapidamente.
Que os corações estejam sempre abertos para novas amizades, novos amores, novas conquistas.
Que DEUS esteja sempre com sua mão
estendida apontando o caminho correto.
Que as coisas pequenas como a inveja ou o desamor, sejam retiradas de nossa vida.
Que aquele que necessite ajuda, encontre sempre em nós uma animadora palavra amiga.
Que a verdade sempre esteja acima de tudo.
Que o perdão e a compreensão, superem as amarguras e as desavenças.
Que tudo o que sonhamos se transforme em realidade.
Que o amor pelo próximo seja nossa meta absoluta.
Que nossa jornada de hoje e de sempre, esteja repleta de flores, paz e amor.
BOAS FESTAS!

                     Celle


06/12/2013


A "Boa Consulta" nos chama a tenção  sobre o Refluxo
A doença do refluxo gastroesofágico ou DRGE ocorre quando o anel de músculo que age como uma válvula entre o esôfago e o estômago, não se fecha apropriadamente. Quando isso acontece, o conteúdo do estômago volta para o esôfago, causando uma sensação de queimação no tórax ou garganta. 

É um dos problemas mais comuns relacionados ao aparelho digestivo e estima-se que cerca de 45% da população ocidental tenha pelo menos um episódio de refluxo por mês.
Há diversos fatores que podem contribuir com o surgimento dessa condição, como o consumo de álcool e tabaco, sobrepeso, má alimentação e gravidez.

Os principais sintomas são a azia persistente, sensação de comida engasgada na garganta, regurgitação de ácido, tosse seca, mau hálito e, em alguns casos, dor no tórax, rouquidão pela manhã e dificuldades para engolir.

Não deixe essa sensação virar uma rotina, consulte um gastroenterologista e tenha um sono saudável e tranquilo!

05/12/2013

MENOPAUSA



 (Hilda Lucas) 

É mais ou menos assim: um dia você acorda quadrada, ou talvez, ballonnée, ou pior, com jeito de matrona!
A menopausa não é colega? Ouvi de uma mulher numa sala de espera de dermatologista. Estávamos as duas com os rostos inchados e chamuscados por lasers e peelings, folheando perversas revistas de moda e frivolidades, onde todos são jovens e felizes, depositando míseras gotículas de esperança nos raios que nos partem daqueles aparelhos de última geração. Balancei a cabeça como uma vaca no matadouro e, sem pestanejar, movida pela absoluta cumplicidade daquele instante, falei para a minha colega: A menopausa é uma filha da mãe, isso sim! Caímos na maior gargalhada e assim ela se tornou a minha primeira amiga de menopausa.
A menopausa é um sequestro. Uma versão, só para mulheres, de praga bíblica. Inferno astral que antecede a terceira idade. É tragicômica, portanto, para encarar, só rindo. Um dia você está no meio da sua normalidade, é arrancada de tudo que você tem como referência física de si mesma e é lançada a uma espécie de funilaria às avessas. A libido diminui na mesma proporção em que aumenta a irritabilidade. Você não só não pensa tanto, nem gosta tanto, nem se importa tanto mais com sexo, como para compensar vira uma criatura instável, pavio curto, sem paciência para nada, capaz de discutir com poste, de deprimir à toa, ter crise de choro com anúncio de seguradora e ataques de ansiedade ao ler o jornal. Enfim, você vira uma pessoa bem complicada, ou melhor, complexa. E, até então, você achava que TPM era o pior que podia acontecer... 
Os sintomas aparecem inadvertidamente, como assaltantes, em maior ou menor intensidade, bizarros e infalíveis. Lá estão eles: ressecamento - escolha onde e você terá; celulite - a pele de pêssego é substituída pela casca de laranja; flacidez - e a triste irrevogabilidade da lei da gravidade; manchas senis - essas pelo menos trazem o consolo dos muitos verões bem vividos; insônia - e com ela balanços complicados da vida; calores - esses são um requinte de crueldade, tão desprovidos de sentido que nos fazem refletir sobre a transcendência da agonia dos ovos cozidos.
Esquecimentos? Sua memória vira uma espécie de vácuo e você passa por constrangimentos inenarráveis como aquela frase típica: Sabe aquele filme, daquele diretor, com aquela atriz , como é mesmo o nome?; ossos de papel - e o perigo de tombos ridículos resultarem em cirurgias espetaculares onde pinos e próteses são implantados sem cerimônia; cabelos ralinhos de palha de milho - a sua trança de potranca virou um tererê; cintura - convexa ou quase inexistente com direito àqueles dois afundadinhos nas costas, como se você fosse feita de massinha de modelar; olhar - embaçado por uma nata azulada (catarata, não!!!) toldado por pálpebras fofas, generosas - e você começa a achar que tem ascendência mongol; juntas sacanas - com data de validade vencida e, como se não bastasse, a lembrança recente, acachapante, perturbadora e descompassada de como você era antes da menopausa.

Você era jovem ontem! Que dó, que desperdício! Esse é o ponto crucial: o estranhamento entre o que vemos e a nossa imagem interna. Não se trata de negação da velhice, da morte. Não. É bem mais simples e raso: você simplesmente não gosta do que vê! Trata-se de uma incapacidade temporária para sobrepor imagens, aceitar limitações, apurar outro olhar. Você ainda não tem parâmetros para entender em que você está se transformando. Você resiste bravamente. Convoca uma legião de especialistas, as forças do Bem, o exército da salvação. Faz reposição hormonal, contrata um personal, dá uma passada na sex shop, engole quilos de soja, linhaça e suco de cramberry, toma antidepressivo, Ômega 3, aplica botox, faz drenagem linfática, vai ao plástico, ao dermatologista, ao ortomolecular, à nutricionista, ao psicanalista, ao astrólogo, à fisioterapeuta e ouve o seu ginecologista como se ele fosse o oráculo de Delfos. Seus modelos e referências estão no passado e a menopausa - trombeta apocalíptica - anuncia um futuro onde você vai ter de mostrar que aprendeu as lições, mereceu cada ruga e está pronta para mais trinta anos.

A menopausa é uma puberdade invertida. E, como tal, é também casulo , travessia, transformação. Divisor de águas, experiência de deserto, freio de arrumação, faxina. Teste crucial de espírito esportivo, capacidade de adaptação e instinto de sobrevivência. Passa. Demora, mas passa, e você sobrevive, como sobreviveu à pororoca hormonal da adolescência; você há de superar o declínio daqueles mesmos hormônios e seus asseclas que um dia já te enlouqueceram. (Esqueceu que você sobreviveu, com muito menos recursos, às cólicas, às espinhas, aos pelos encravados, aos ovários policísticos, à vergonha do próprio corpo, à oscilação de humor e à melancolia dos anos tenebrosos da adolescência?).
 
E aí, passada a tempestade, vem a bonança, a libertação. Você estará livre de ter que ser bonita, magra, eficiente, querida, desejável, vencedora, fértil, competitiva, invejada, elegante, gostosa, informada, culta, legal, conectada, tudo ao mesmo tempo. Ufa!!!! Depois dos achaques, perrengues e mudanças, a menopausa inaugura a maturidade: a síntese da mulher que você construiu ao longo dos anos, fases e etapas, a essência que fica, depois que os papéis de jovem fêmea produtiva estão cumpridos. 
Seu rosto é a cara da sua vida. Sua bagagem é tão grande que dá para jogar fora um monte de supérfluos e pesos mortos. Seu tempo é só seu e você não precisa provar mais nada para ninguém. Seu maior desafio é ter-se tornado uma boa companhia para si mesma. Você reformula premissas, um estar no mundo mais relaxado, uma maior complacência com suas imperfeições, dificuldades e vícios. Você já não quer mudar o mundo, você quer compreendê-lo; você já não precisa agradar às pessoas, você quer viver em paz e ser respeitada. Não há mais pressa; a vida vira um bom vinho a ser apreciado, com generosidade e prazer. A menopausa é um tremendo rito de passagem. Talvez o último antes da definitiva passagem. Inevitável e necessário. Coisa de gente grande. O relógio biológico é inclemente, imparcial e, portanto, justo. Haja coragem e bom humor! Não há negociação possível, apenas a vida seguindo seu curso. Então, que venham os ciclos, todos. Com seus sustos, sombras e transformações. Com suas libertações, rearranjos e alegrias. Que venham os dias, as horas, as marés, as auroras, todas. 

03/12/2013

A FAMILIA


Pouco contato dos pais com os filhos, no dia-a-dia, pode prejudicar formação cidadã da nova geração segundo estudiosos!
A família deve ser a principal responsável pela formação da consciência cidadã do jovem e também apoio importante no processo de adaptação das crianças para a vida em sociedade.

Uma boa educação dentro de casa garante uma base mais sólida e segura no contato com as adversidades culturais e sociais, características do período de amadurecimento.

A ausência familiar gera graves conseqüências na formação,  O EGOCENTRISMO, que levam os mais jovens ao mundo do vício e das futilidades.

“Crianças sem base afetiva estável carregam consigo medos e incertezas sobre suas possibilidades de aprender, que se manifestam como vínculos negativos com a aprendizagem”.

O ingresso da mulher no mercado de trabalho diminuiu o tempo disponível para a dedicação aos filhos daquela que, antes, só se dedicava quase que exclusivamente à formação das crianças.

A omissão familiar faz parte da realidade mundial e, essa carência pode ser suprida com um bom clima relacional que depende muito mais da qualidade das relações do que do tempo que os pais e os filhos passam juntos. “Podemos nos fazer presentes por meio de telefonemas no meio da tarde, de bilhetes deixados em lugares estratégicos e de tarefas colaborativas para a dinâmica familiar”.

OS educadores, declaram que a partir do momento em que as crianças ficam soltas na comunidade e entregues às diversões eletrônicas, há uma perda de referência em relação aos valores considerados importantes para o desenvolvimento de uma base sólida.

“O problema, não é o tempo que os pais passam com os filhos. O desafio está na qualidade dessa convivência, que deve ser marcada por um forte componente de presença educativa” dizem sempre estudiosos e pesquisadores.



02/12/2013

"AOS AMIGOS QUE EMPRESTAM VOZES AO MEU SILÊNCIO"


Martin Buber, um filósofo personalista dizia que do encontro de duas pessoas sempre nasce uma terceira.
A terceira pessoa é uma forma de derramamento de tudo o que nos sobra, e que pela força do encontro fazemos aflorar. Esse princípio simples nos ajuda a explicar que, o que gostamos uns nos outros é tudo aquilo que antes era solidão em nós e que depois, pela força do encontro, é iluminado, multiplicado e maravilhosamente partilhado.
Assim são os amigos: pessoas que se multiplicam...
O poeta ao viver o assombro de tudo que lhe encanta amplia o que vê, e nisso está a grandeza de seu ofício, possuem a missão de dilatar os significados do mundo. É nesse ponto que amigos e poetas são iguais. Ambos possuem o dom de retirar a vida da singularidade e torna-la plural.
Que seja sempre assim: poetas e amigos sejam multiplicados esparramados por todos os cantos do mundo.
Flavio de Melo disse assim:
"Eu queria ser poeta...
Conhecer o oficio de recolher palavras e descobrir o que o outro fala mesmo quando ele não diz.
Eu queria ser amigo dos versos...
Possuir as asas que à inspiração pertencem
E alcançar a palavra que possa ser a tradução da amizade que sinto por você.
Mas, do poeta eu só possuo os óculos.
Óculos são instrumentos que ampliam a visão...
O Amor também.
E já que não sou poeta, o amor é o que me resta.
Desde quando a vida me permitiu conhecer você, tenho experimentado a beleza do significado da amizade.
Depois daquele encontro meu mundo ficou mais bonito.
Suas alegrias despertam minhas alegrias...
Suas risadas me fazem rir também.
Estar ao seu lado é sempre motivo de festa.
Extraímos felicidade das coisas mais simples...
E multiplicamos a graça de cada instante.
Você me empresta qualidade...
Você me devolve quando sou roubada...
Você me encontra quando estou perdida.
Mas uma coisa é certa...
Se pela força da distância você se ausentar, pelo poder que há na saudade você há de voltar.
Mesmo que perca toda sua utilidade...
Dentro de mim você continuará tendo significado.
E haverá sempre um lugar reservado em minha casa para quando você chegar.
Agradeço não ter desistido de mim.
Obrigada pelo seu dom de multiplicar o que sou e o que posso.
O que nos torna amigos é a capacidade de sermos muitos mesmo quando somos dois."

"Amar é um recurso humano que nos faz eternos."

A MANEIRA COMO CONDUZIMOS NOSSA VIDA E PAUTAMOS NOSSOS RELACIONAMENTOS DETERMINA NOSSO ESTADO DE ESPÍRITO.

Aprender a viver em paz nos leva a refletir sobre como reagimos às situações do dia a dia e apresenta propósitos diários simples que podem nos ajudar a viver com tranquilidade e leveza, nos tornando tolerantes e gentis com o próximo.
Isto é Amor.
Amar o outro como a sí mesmo, é uma outra maneira de dizer que qualquer coisa que seja menos que amor não é amor. O importante é o que meu filho, o meu amigo, meu companheiro, meus pais, meu vizinho realmente querem. O amor envolve, acolhe e compreende. Devemos ser braços que acolhem, e nosso comportamento se modifica naturalmente.
No amor não existe discriminação, amando nos mantemos unidos e somos felizes.

22/11/2013

Nesta sexta-feira (22) foi publicado o Decreto N° 4.822, de 19 de novembro de 2013, por meio do qual o prefeito Marcio Reinaldo Dias Moreira, nomeia Embaixadora de Sete Lagoas, a cantora Paula Fernandes de Souza, de acordo com o inciso IX do art. 102 da Lei Orgânica do Município de Sete Lagoas.
De acordo com a prefeitura, o decreto é importante uma vez que "a cantora Paula Fernandes de Souza representa o Município de Sete Lagoas na esfera nacional e internacional, sendo que ela realizará neste sábado (23), às 22 horas, o show em comemoração ao aniversário de 146 anos de Sete Lagoas, celebrado no dia 24 de novembro", diz em nota.
A cantora e compositora, nascida em Sete Lagoas, começou a cantar ainda criança, tornando-se uma referência musical. Paula vendeu mais de três milhões de cópias de sua discografia, confirmando seu sucesso e prestígio.
A artista receberá durante o show de sábado, 23, a Medalha de Mérito “Cidade de Sete Lagoas” das mãos do prefeito Marcio Reinaldo, e o Título de “Honra ao Mérito” das mãos do presidente da Câmara Municipal, Marcio Paulino.
Os ingressos para o show da cantora já podem ser trocados por um quilo de alimento nos três postos disponíveis. Os ingressos são limitados. Confira abaixo os endereços para troca:
Posto Shopping Sete Lagoas do dia 15 a 22 de novembro (Rua Otávio Campelo Ribeiro, 2801, Eldorado. Informações pelo (31) 2106-3801).
De segunda a sexta: 14h às 22h
Sábados: 10h às 22h
Domingo: 14h às 20h
Posto Praça da Feirinha dia 18 a 23 de novembro (Praça Dom Carlos Carmelo Mota - próximo a Lagoa Paulino)
De segunda a sexta: 09h às 18h
Sábado (dia do show): de 8h às 12h
Informações: (31) 3773-5687
Posto Nova Cidade – Facomsel - dia 18 a 23 de novembro (Av. Prefeito Alberto Moura, 15, Nova Cidade - próximo a faculdade Promove Campus II)
De segunda a sexta: 09h às 18h
Sábado (dia do show): de 8h às 12h

12/11/2013

DE VOLTA PRA CASA

video
Recebído por e-mail, enviado pelo amigo Luis Soares da Cunha, a quem agradeço.

08/11/2013

MUDE E MARQUE


Por Airton Luiz Mendonça
(Artigo do jornal o Estado de São Paulo) 

O cérebro humano mede o tempo por meio da observação dos movimentos. Se alguém colocar você dentro de uma sala branca vazia, sem nenhuma mobília, sem portas ou janelas, sem relógio... você começará a perder a noção do tempo. 

Por alguns dias, sua mente detectará a passagem do tempo sentindo as reações internas do seu corpo, incluindo os batimentos cardíacos, ciclos de sono, fome, sede e pressão sanguínea. 

Isso acontece porque nossa noção de passagem do tempo deriva do movimento dos objetos, pessoas, sinais naturais e da repetição de eventos cíclicos, como o nascer e o pôr do sol. 

Compreendido este ponto, há outra coisa que você tem que considerar: nosso cérebro é extremamente otimizado. Ele evita fazer duas vezes o mesmo trabalho. 

Um adulto médio tem entre 40 e 60 mil pensamentos por dia. Qualquer um de nós ficaria louco se o cérebro tivesse que processar conscientemente tal quantidade. Por isso, a maior parte destes pensamentos é automatizada e não aparece no índice de eventos do dia e, portanto, quando você vive uma experiência pela primeira vez, ele dedica muitos recursos para compreender o que está acontecendo. 

É quando você se sente mais vivo. Conforme a mesma experiência vai se repetindo, ele vai simplesmente colocando suas reações no modo automático e "apagando" as experiências duplicadas. 

Se você entendeu estes dois pontos, já vai compreender porque parece que o tempo acelera, quando ficamos mais velhos e porque os Natais chegam cada vez mais rapidamente.. 

Quando começamos a dirigir automóveis, tudo parece muito complicado, nossa atenção parece ser requisitada ao máximo. Então, um dia dirigimos trocando de marcha, olhando os semáforos, lendo os sinais ou até falando ao celular ao mesmo tempo. 

Como acontece? 

Simples: o cérebro já sabe o que está escrito nas placas (você não lê com os olhos, mas com a imagem anterior, na mente). O cérebro já sabe qual marcha trocar (ele simplesmente pega suas   experiências passadas e usa, no lugar de repetir realmente a experiência). 

Em outras palavras , você não vivenciou aquela experiência, pelo menos para a mente. Aqueles críticos segundos de troca de marcha, leitura de placa... são apagados de sua noção de passagem do tempo.   Quando você começa a repetir algo exatamente igual, a mente apaga a experiência repetida.   

Conforme envelhecemos, as coisas começam a se repetir, as mesmas ruas, pessoas, problemas, desafios, programas de televisão, reclamações...enfim... as experiências novas (aquelas que fazem a mente parar e pensar de verdade, fazendo com que seu dia pareça ter sido longo e   cheio de novidades), vão diminuindo. 

Até que tanta coisa se repete que fica difícil dizer o que tivemos de novidade na semana, no ano ou, para algumas pessoas, na década. Em outras palavras, o que faz o tempo parecer que acelera é a... rotina. 

Não me entenda mal. A rotina é essencial para a vida e otimiza muita coisa, mas a maioria das pessoas ama tanto a rotina que, ao longo da vida, seu diário acaba sendo um livro de um só capítulo, repetido todos os anos. 

Felizmente há um antídoto para a aceleração do tempo: M & M ( Mude e Marque). 

Mude, fazendo algo diferente e marque, fazendo um ritual, uma festa ou registros com fotos. 
  
Mude de paisagem, tire férias com a família (sugiro que você tire férias sempre e, preferencialmente, para um lugar quente, um ano, e frio no seguinte) e marque com fotos, cartões postais e cartas. 

Tenha filhos (eles destroem a rotina) e sempre faça festas de aniversário para eles, e para você (marcando o evento e diferenciando o dia).   Use e abuse dos rituais para tornar momentos especiais diferentes de momentos usuais. Faça festa de noivado , casamento, 15 anos, bodas disso ou daquilo, bota-foras, participe do aniversário de formatura de sua turma, visite parentes distantes, entre na universidade com 60 anos, troque a cor do cabelo, deixe a barba, tire a barba, compre enfeites diferentes no Natal, vá a shows, cozinhe uma receita nova, tirada de um livro novo. 

Escolha roupas diferentes, não pinte a casa da mesma cor, faça diferente. Beije diferente sua paixão e viva com ela momentos diferentes. Vá a mercados diferentes, leia livros diferentes, busque experiências diferentes.   Seja diferente. Se você tiver dinheiro, especialmente se já estiver aposentado, vá com seu marido, esposa ou amigos para outras cidades ou países, veja outras culturas, visite museus estranhos, deguste pratos esquisitos...em outras palavras... V-I-V-A.   

Porque se você viver intensamente as diferenças, o tempo vai parecer mais longo. 

E se tiver a sorte de estar casado(a) com alguém disposto(a) a viver e buscar coisas diferentes, seu livro será muito mais longo, muito mais interessante e muito mais v-i-v-o... do que a maioria dos livros da vida que existem por aí. 

Cerque-se de amigos. Amigos com gostos diferentes, vindos de lugares diferentes, com religiões   diferentes e que gostam de comidas diferentes. 

Enfim, acho que você já entendeu o recado, não é? 

Boa sorte em suas experiências para expandir seu tempo, com qualidade, emoção, rituais e vida...

07/11/2013

RARIDADE

video
BOA MUSICA NÃO TEM IDADE!!!
VOZ INESQUECÍVEL

06/11/2013

DOENÇA CELÍACA


A doença celíaca é causada pela intolerância ao glúten, uma proteína presente no trigo, cevada, centeio, aveia e malte, cereais muito utilizados na composição de alimentos e bebidas como massas, pizzas, bolachas, bolos, pães, cerveja, e uísque.
Para os portadores da doença, o glúten agride e danifica as vilosidades do intestino, prejudicando a absorção de nutrientes, vitaminas, sais minerais e água. Seus sintomas variam bastante dependendo do grau de intolerância e podem incluir baixa estatura, diarréia recorrente, flatulência, vômitos, perda de peso, inchaço nas pernas, anemias, alterações na pele, fraqueza das unhas, queda de pêlos, alterações no ciclo menstrual e diminuição da fertilidade.
Normalmente se manifesta em crianças com até um ano de idade, porém, em alguns casos, ocorre na idade adulta. Como a doença pode se apresentar de diversas formas e em diferentes graus de intensidade, o diagnóstico muitas vezes passa desapercebido e tem um impacto importante na saúde e qualidade de vida dos portadores. 

A melhor maneira de saber se você ou alguém da sua família apresenta essa condição é através do diagnóstico médico. Consulte um gastroenterologista:

05/11/2013

O PODER DO DINHEIRO


É preciso evitar ceder à tentação de idolatrar o dinheiro. Significaria debilitar a nossa Fé e deste modo correr o risco de se tornar dependente do engano dos desejos insensatos e prejudiciais, aqueles que levam o homem a ponto de se afogar na ruína e perdição. 
Sobre este perigo o Papa Francisco advertiu-nos durante a homilia da missa celebrada na sexta-feira 20 de Setembro, na capela de Santa Marta «Jesus- afirmou o Santo Padre comentando as leituras- disse-nos claramente e de maneira definitiva, que não podemos servir a dois senhores: não podemos servir a Deus e ao dinheiro. 
Entre eles alguma coisa não se harmoniza. Há algo na atitude de amor pelo dinheiro que nos afasta de Deus». De facto a avidez -prosseguiu- «é a raiz de todos os males. Subjugados pelo desejo, alguns desviaram-se da Fé e encontraram muitos tormentos. É o poder do dinheiro que nos faz desviar da fé pura que se debilita e, acabamos por perdê-la».
Depois o Papa explicou que o pecado ligado ao desejo do dinheiro, com todas as suas consequências, no primeiro dos dez mandamentos, peca-se por «idolatria», disse: «O dinheiro- evidenciou E por isso Jesus diz-nos: não podes servir ao ídolo dinheiro e ao Deus vivo. Um ou outro».
Os primeiros Padres da Igreja «diziam uma palavra forte-, o dinheiro é o esterco do diabo-. É assim, porque nos torna idolatras e adoece a nossa mente com o orgulho, tornando-nos maníacos de questões ociosas afastando-nos da Fé. Corrompe».
O Apóstolo Paulo por sua vez diz-nos para nos inclinarmos para a justiça, a piedade, a fé, a caridade e a paciência. Contra a vaidade e o orgulho «serve a mansidão». Aliás, «este é o caminho de Deus, e não o do poder idólatra que o dinheiro pode dar. É o caminho da humildade de Jesus Cristo, que sendo rico se fez pobre, para nos enriquecer, precisamente, com a sua pobreza. Este é o caminho para servir a Deus. E que o Senhor ajude todos nós a não cair na armadilha da idolatria do dinheiro»


(Fonte; O.R., edição semanal de 29 de Setembro, “In Missas matutinas na Domus Sanctae Marthae”)

28/10/2013

23/10/2013

21/10/2013

集団行動 group action 2011年 Japanese Precision Walking Competition


                                ORDEM UNIDA

PIRILAMPO




    SEJA LUZ MESMO QUE INCOMODE  ALGUÉM QUE NÃO SABE VE-LA BRILHAR!

   

18/10/2013

O SEGREDO DA FELICIDADE
        É ENCONTRAR NOSSA ALEGRIA NA ALEGRIA DOS OUTROS
           
            MENSAGEM IMPORTANTE PARA SER DIVULGADA E OBSERVADA

17/10/2013

SOLIDARIEDADE

Sabe bem qual  o valor de uma boa ação?
A generosidade faz muito bem à saúde!
A solidariedade atrai a bondade, a felicidade!
Ser bom é uma obrigação do ser humano, e uma das condições para viver bem.
 Ser bom atrai saúde e  bem estar!
A gratidão é consequência da generosidade. 
A emoção obtida pela generosidade e gratidão é maravilhosa! 
Quem ajuda, espontaneamente, é feliz e possui uma saúde mental muito boa. 
Há  ligação  forte entre: saúde, gratidão, bem estar e felicidade! 
Ser grato aumenta a imunidade, torna as pessoas mais resistentes e saudáveis regulando suas emoções, o que as fortalece.
Perder a paciência, ficar ressentido ou zangado não é o mais comum nas pessoas boas e generosas. Ao contrário, boa disposição, energia, alegria, calma e auto- estima complementam e enchem de vida os generosos.
Já experimentou a alegria sentida após ver a felicidade estampada no rosto de quem recebeu sua ajuda, voluntária e fraternal?
-Isto sim é Felicidade!!!
“O segredo da felicidade é encontrar nossa alegria na alegria do outro! "
O egoísmo é o oposto da generosidade e,  muitas vezes leva à tristeza e até à depressão.   Dos tratamentos existentes, um dos mais eficientes consiste na "TERAPIA DA SOLIDARIEDADE."
Ser fraternal, solidário e generoso voluntariamente, sem ser por obrigação!
Saber dividir, ajudar, repartir, colaborar, ensinar, alegrar, são verbos solidários e quando usados  realizam as pessoas!
 Só o sorriso de alegria recebido por um simples ato de ajuda, mesmo que sem reconhecimento,  feito pelo prazer de ajudar o próximo,  alegra, cura e alivia qualquer tristeza, doença ou depressão sentida.  
FELIZ AQUELE QUE É SOLIDÁRIO!

10/10/2013

UMA FOLHA CAI DO CÉU


CERIMÔNIA ESTRANHA NO VATICANO

transcrição de um e-mail recebido

Nestas duas semanas sucederam-se histórias inimagináveis. O Papa Francisco publicou uma carta aberta no jornal «La Repubblica» (11 de Setembro) e poucos dias depois, Bento XVI publicou outra carta, no mesmo jornal (24 de 
Setembro). 

Dois textos primorosos, sobre a Fé, que se lêem de um fôlego. Para acrescentar à novidade, o jornal em que estes artigos apareceram foi o «La Repubblica», um dos jornais de referência mais agressivamente anti-católicos de toda a Europa! 
O mundo está a mudar tão vertiginosamente que nada é seguro, nem sequer a raiva anti-clerical do «La Repubblica». 
Um primeiro sinal foi que, há poucos anos, este jornal concedeu uma coluna regular ao anterior porta-voz do Vaticano, Navarro-Vals. Lembro-me de alguns católicos considerarem traição escrever no jornal do inimigo! 
Mas o facto é que a coluna teve um êxito enorme, justamente nesse território dos «maus». Neste momento, Bento XVI e o Papa Francisco, escrevem no jornal dos maus e os maus publicam cada vez mais notícias favoráveis à Igreja. Na terça-feira passada (1 de Outubro) o jornal trazia uma enorme entrevista ao Papa Francisco, muito extensa e com grande destaque na primeira página.
Tão interessante como o que se passa no «La Repubblica» e noutros ambientes da cultura europeia, é a reacção dos outros meios de comunicação.
 O próprio «site» do «La Repubblica» reproduz um bom número de primeiras páginas, em inglês, francês, alemão, holandês, espanhol, italiano, português, a noticiar as cartas em que o Papa Francisco e Bento XVI respondem a questões acerca da fé. Algumas titulam «Dois Papas em campanha a favor da Fé», mas a maioria dos títulos é «Pedofilia...».
Também são curiosas as reações no mundo norte-americano aos acontecimentos recentes. Um «lobby» homossexual pagou um anúncio ambíguo, de página inteira, a saudar o Papa como amigo dos homossexuais. O Presidente Barack Obama, que tem, declaradamente, uma antipatia antiga pela Igreja católica, deu uma entrevista à NBC em que diz que este Papa o impressionou tremendamente. O repórter diz-lhe que o Papa confirmou com clareza toda a doutrina da Igreja, mas Obama responde que está muito impressionado: «não é por nenhum assunto de doutrina; é que o Papa Francisco parece ser alguém que vive realmente os ensinamentos de Cristo. (...) 
É incrivelmente humilde, tem uma empatia incrível com os mais desfavorecidos». E acrescenta um comentário «Ele é uma pessoa que, primeiro e acima de tudo, pensa em abraçar os outros, em vez de os rejeitar». 
Entre os católicos norte-americanos, que aguentam, há vários anos, as ferroadas anti-católicas de Obama, poucos acreditaram na sinceridade do Presidente. Mas, quem sabe se Obama está a mudar?
Não sei se é para chorar ou para rir, a Agência Reuters resumiu esta entrevista a Obama dizendo que o Presidente saudava as mudanças de doutrina na Igreja católica. Milhares de jornais em todo o mundo reproduziram o resumo da Reuters...
Entretanto, o «Avvenire» de 26 de Setembro de 2013 conta uma outra história que merece ser referida. O Papa recebeu um grupo enorme de médicos ginecologistas e foi claro:
«As coisas têm um preço e podem vender-se, mas as pessoas têm uma dignidade, valem mais que as coisas e não têm preço. Tantas vezes encontramos situações em que o mais barato é a vida. Por isso, a atenção à vida humana na sua totalidade tornou-se nos últimos tempos uma prioridade forte do Magistério da Igreja, particularmente a atenção àquela vida mais indefesa, o deficiente, o doente, o nascituro, a criança, o ancião.
No final, um dos médicos aproximou-se do Papa com uma mala de aspecto inquietante. Dentro, havia meia dúzia de instrumentos cirúrgicos que queria, a todo o custo, entregar-lhe. Aquela bagagem já lhe tinha causado problemas no avião e tinha sido difícil passá-la na segurança: eram os instrumentos que tinha utilizado para despedaçar bebés antes de nascerem. Em 1986, inesperadamente, depois de falar com uma pessoa, converteu-se profundamente. Decidiu nunca mais fazer abortos, mas conservou aquelas peças durante quase 30 anos, como recordação do mal que tinha praticado. «O Papa Francisco impôs-me as mãos, rezou por mim, mandou-me a pregar o evangelho da vida e defender, com os meus colegas, a vida. Disse-me que ia rezar diante daqueles ferros cirúrgicos e que não os ia meter no armazém».
Um Papa a rezar diante dos instrumentos do aborto, como quem reza diante de uma Cruz!
José Maria C. S. André

07/10/2013

A CAUSA DA CONFUSÃO MENTAL DO IDOSO.


            
 (LEIA, É PEQUENO, IMPORTANTE E SÉRIO) !!!
                                         ... para relembrar...

"PRINCIPAL CAUSA DA CONFUSÃO MENTAL NO IDOSO"

Sempre que dou aula de clínica médica a estudantes do 4° ano de Medicina, lanço a pergunta:
- Quais as causas que mais fazem o vovô ou a vovó terem confusão mental?

Alguns arriscam: "Tumor na cabeça".
Eu digo: "Não".

Outros apostam: "Mal de Alzheimer"
Respondo, novamente: "Não".

A cada negativa a turma se espanta e fica ainda mais boquiaberta quando enumero os três responsáveis mais comuns:

- Diabetes descontrolado;
- Infecção urinária;
- A família passou um dia inteiro no shopping,enquanto os idosos ficaram em casa.

Parece brincadeira, mas não é. Constantemente
vovô e vovó, sem sentir sede, deixam de tomar líquidos.

Quando falta gente em casa para lembrá-los, desidratam-se com rapidez. A desidratação tende a
ser grave e afeta todo o organismo. Pode causar confusão mental abrupta, queda de pressão arterial, aumento dos batimentos cardíacos ("batedeira"), angina dor no peito), coma e até morte.

Insisto: não é brincadeira.
Na melhor idade, que começa aos 60 anos, temos pouco mais de 50% de água no corpo. Isso faz parte do processo natural de envelhecimento. Portanto, os idosos têm menor reserva hídrica.

Mas há outro complicador: mesmo desidratados,
eles não sentem vontade de tomar água, pois os seus mecanismos de equilíbrio interno não funcionam muito bem.

CONCLUSÃO:
Idosos desidratam-se facilmente não apenas porque possuem reserva hídrica menor, mas também porque percebem menos a falta de água em seu corpo. Mesmo que o idoso seja saudável, fica prejudicado o desempenho das reações químicas e funções de todo o seu organismo.

Por isso, aqui vão dois alertas:

1 - O primeiro é para vovós e vovôs: Tornem
voluntário o hábito de beber líquidos. Por líquido entenda-se água, sucos, chás, água-de-coco, leite, sopa, gelatina e frutas ricas em água, como melão,
 melancia, abacaxi, laranja e tangerina, também funcionam. O importante é, a cada duas horas, botar algum líquido para dentro. Lembrem-se disso!

2 - Meu segundo alerta é para os familiares:
Ofereçam constantemente líquidos aos idosos. Ao mesmo tempo, fiquem atentos.
 Ao perceberem que estão rejeitando líquidos e, de um dia para o outro, ficam confusos, irritadiços, fora do ar, atenção, é quase certo que sejam sintomas decorrentes de desidratação. "Líquido neles e rápido para um serviço médico".

Arnaldo Lichtenstein (46), Médico, é
Clínico-geral do Hospital das Clínicas e Professor colaborador do
Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo
(USP).

Gostou? Então divulgue. Seus amigos merecem saber!

MINI COUNTRYMAN COMMERCIAL MAKES

video

Como filmaram, não sei, mas sei que é sensacional!

FANTÁSTIC​OOOO....

04/10/2013

PRIMAVERA

Chegou a primavera!
A natureza se veste de flores para nos alegrar. 
É a mais bela das estações, uma explosão de vida e de beleza  a flora e a fauna mostram toda sua energia. 
Momento dos pássaros e da reprodução da vida vegetal e animal, época sem igual!

Surge com ela a agradável sensação de que a vida, após o frio e o escuro inverno, recupera sua beleza e esplendor.
Não há pra nós as grandes diferenças entre as estações, mesmo assim, a primavera chama atenção das pessoas mais sensíveis.
O inverno foi embora levando com ele o frio, a solidão, a tristeza e a saudade.
Bem vinda a Primavera!
 Renasce a vida, brota novamente a poesia, renovam-se as esperanças de dias melhores!
O colunista, Tarcisio Barbosa, da Tribuna, na  sua matéria de sábado abordando o assunto disse: - “primavera é amor, por isso inicia no Dia dos Amantes, 22 de setembro.
 Mais beleza do que o amor entre duas pessoas, impossível!
Vamos comemorar ambos acontecimentos...

"Com minha amada passarei por aleias repletas de flores, ouvirei o canto dos pássaros, verei os beija- flores de flor em flor na sua busca incessante pelo seu alimento, as borboletas multicoloridas em seu voo errante, ouvirei o canto das cigarras em busca do amor e terei sempre em meu coração o doce gosto da primavera. 
De amar e ser amado!”

1º DE OUTUBRO - DIA DO IDOSO

Comemoramos o "Dia do Idoso" e qualquer que seja a sua idade quero lhe mandar um abração por esta data.



 
O Dia do Idoso é comemorado no Brasil no dia 1º de Outubro e tem como objetivo a valorização do idoso. Até o ano de 2006, esta data era celebrada no dia 27 de Setembro, porém, em razão da criação do estatuto do idoso em 1º de Outubro, o dia do idoso foi transferido para esta de acordo com a lei número 11.433 de 28 de Dezembro de 2006.
 
"Agora que a velhice começa, preciso aprender com o vinho a melhorar envelhecendo e, sobretudo, a escapar do perigo terrível de, envelhecendo, virar vinagre.
É tão importante saber envelhecer! Saber descobrir o encanto de cada idade. Sem dúvida, há limitações que a velhice traz.
Mas feliz de quem envelhece como frutas que amadurecem sem travo… Feliz de quem envelhece por fora, conservando-se em compreensão para com tudo e para com todos, caminhando, sempre mais no amor de Deus e no amor do próximo…
Quem conserva acesa a sua chama, quem mantém entusiasmo pelo que faz, quem sente razões para viver pode ter o rosto cheio de rugas e a cabeça toda branca, ainda assim é jovem!
Quem não entende a vida e não descobre a razão para viver e não vibra, não se empolga, pode ter vinte anos, mas já envelheceu.
Qualquer que seja sua idade, guarde estes pensamentos: “O importante não é viver muito ou pouco, mas realizar na vida o plano para o qual Deus nos criou.
As rosas, a rigor, vivem um dia. Mas vivem plenamente porque realizam o destino de graça e de beleza que vêm trazer à Terra.”
Se sentirem que os anos passam e a mocidade se vai, peça a Deus, para si e para os que se tornam menos jovens, a graça, de envelhecendo, não azedar, não virar vinagre.
Cada fase em nossa vida é única, e como tal deve ser vivida… O dom da vida que nos foi dado, deve sempre ser valorizado no momento atual, pois não sabemos até quando vai nossa missão nesse pequeno espaço que ocupamos…
Saber amadurecer pode ser uma arte, mas com certeza, arte maior é saber desfrutar com todo sabor o doce de se tornar um pouco mais maduro a cada dia…"
Autor: D. Helder Câmara

01/10/2013

TRANSCRIÇÃO DE E-MAIL


RUTH MOREIRA (84 anos)


Estou com vergonha do Brasil. Vergonha do governo, com esse impatriótico,
antidemocrático e antirrepublicano projeto de poder.
Vergonha do Congresso rampeiro que temos, das Câmaras que dão com uma mão
para nos surrupiar com a outra, políticos vendidos a quem dá mais.
Pensar no bem do País é ser trouxa.

Vergonha do dilapidar de nossas grandes empresas estatais, Petrobrás,
Eletrobrás e outras, patrimônio de todos os brasileiros, que agora estão a
serviço de uma causa só, o poder. Vergonha de juízes vendidos. Vergonha de
mensalões, mensalinhos, mensaleiros. Vergonha de termos quase 40 ministros e
outro tanto de partidos a mamar nas tetas da viúva, enquanto brasileiros
morrem em enchentes, perdendo casa e familiares por desídia de políticos, se
não desonestos, então, incompetentes para o cargo. Vergonha de ver a
presidente de um país pobre ir mostrar na Europa uma riqueza que não temos
(onde está a guerrilheira? era tudo fantasia?).

Vergonha da violência que impera e de ver uma turista estuprada durante
seis horas por delinquentes fichados e à solta fazendo barbaridades,
envergonhando-nos perante o mundo. Vergonha por pagarmos tantos impostos e
nada recebermos em troca - nem estradas, nem portos, nem saúde, nem
segurança, nem escolas que ensinem para valer, nem creches para atender a
população que forçosamente tem de ir à luta.

Vergonha de todos esses desmandos que nos trouxeram de volta a famigerada inflação.
Agora pergunto: onde estão os homens de bem deste país?
Onde está a Maçonaria? OAB? CNBB? LYONS?ROTARY? Onde estão os que querem lutar por um Brasil melhor?
Por que tantos estão calados? Tenho 84 anos e escrevo à espera de um despertar que não se concretiza.
Até quando isso vai continuar? Até quando veremos essas nulidades que aí estão sendo eleitas e reeleitas?
Estou com muita vergonha do Brasil.

RUTH MOREIRA   ruthmoreira@uol.com.br

30/09/2013

METRÔ DE SÃO PAULO



PARA SEU CONHECIMENTO

26/09/2013

"DESAMPARO DO CIDADÃO BRASILEIRO"

JOAQUIM BARBOSA PODE RENUNCIAR 
                                           TEXTO   de  Carlos Chagas
Serão desastrosas as consequências, se os mensaleiros conseguirem convencer a maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal a iniciar o segundo tempo do julgamento do maior escândalo político nacional, dando o dito pelo não dito e o julgado por não julgado, na apreciação dos embargos apresentados até quinta-feira.
Primeiro, porque será a desmoralização do Poder Judiciário, tendo em vista que os réus já foram condenados em última instância, em seguida a exaustivas investigações e amplas condições de defesa.
Depois, porque como reação a tamanha violência jurídica, Joaquim Barbosa poderá renunciar, não apenas à presidência do Supremo, mas ao próprio exercício da função de ministro.
Esse rumor tomou conta de Brasília, ontem, na esteira de uma viagem que o magistrado faz a Costa Rica, de onde retornará amanhã. Se verdadeiro ou especulativo, saberemos na próxima semana, mas a verdade é que Joaquim Barbosa não parece capaz de aceitar humilhações sem reagir. Depois de anos de trabalho como relator do processo, enfrentando até colegas de tribunal, conseguiu fazer prevalecer a Justiça, nesse emblemático caso em condições de desmentir o mote de que no Brasil só os ladrões de galinha vão para a cadeia.
Assistir de braços cruzados a negação de todo o esforço que ia redimindo as instituições democráticas, de jeito nenhum. Em termos jurídicos, seria a falência da Justiça, como, aliás, todo mundo pensava antes da instauração do processo do mensalão. Em termos políticos, pior ainda: será a demonstração de que o PT pode tudo, a um passo de tornar-se partido único num regime onde prevalecem interesses de grupos encastelados no poder. Afinal, a condenação de companheiros de alto quilate, por corrupção, ia revelando as entranhas da legenda que um dia dispôs-se a recuperar o país, mas cedeu às imposições do fisiologismo.
Teria a mais alta corte nacional mecanismos para impedir esse vexame? Rejeitar liminarmente os embargos não dá, mas apreciá-los em conjunto pela simples reafirmação de sentenças exaustivamente exaradas, quem sabe? Declaratórios ou infringentes, os recursos compõem a conspiração dos derrotados.