29/06/2012

REMÉDIO PARA PRESSÃO


 de Luiz Fernando Veríssimo
 Recebido por email 
sem certeza de autoria... 

Eu tomo um remédio para controlar a pressão.
Cada dia que vou comprar o dito cujo, o preço aumenta.
Controlar a pressão é mole. Quero ver é controlar o preção.
 Tô sofrendo de preção alto.
 O médico mandou cortar o sal. Comecei cortando o médico, já que a
 consulta era salgada demais.
 Para piorar, acho que tô ficando meio esquizofrênico. Sério!
 Não sei mais o que é real.
 Principalmente, quando abro a carteira ou pego extrato no banco.
 Não tem mais um Real.
 Sem falar na minha esclerose precoce. Comecei a esquecer as coisas:
 Sabe aquele carro? Esquece!
 Aquela viagem? Esquece!
 Tudo o que o presidente prometeu? Esquece!
 Podem dizer que sou hipocondríaco, mas acho que tô igual ao meu time:
 - nas últimas.
 Bem, e o que dizer do carioca? Já nem liga mais pra bala perdida...
 Entra por um ouvido e sai pelo outro.
 Faz diferença...
 "A diferença entre o Brasil e a República Checa é que a República
 Checa tem o governo em Praga e o Brasil tem essa praga no governo."

 "Não tem nada pior do que ser hipocondríaco num país que não tem remédio"...

"De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto." (Rui Barbosa)

27/06/2012

AMOR COM DEFEITOS


ISTO É AMOR!!!

CLIQUE EM "AMOR COM DEFEITOS" E ASSISTA NO YOUTUBE
OU RETIRE A PROPAGANDA

25/06/2012

"ECOLOGIA", MAIS UMA REFLEXÃO...




Esta reflexão, recebida por e-mail, foi trazida aqui para complementar o resumo de "Rio+20"

23/06/2012

(RIO+20) ENCERRAMENTO


                          Dilma encerrou ontem o Rio + 20.
RESUMO:
Diante de chefes de estado, governo e representantes de mais de 100 países, a presidente Dilma Rousseff encerrou, nesta sexta-feira, o último dia da Rio+20, a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável.
Juntos, os líderes mundiais reunidos no Rio de Janeiro firmaram um compromisso para a adoção de um caminho mais sustentável para o planeta, compilado no documento intitulado "O futuro que queremos".
O acordo abrange uma série de tópicos desde da pobreza até mudanças climáticas.
Porém, segundo analistas e entidades de defesa do meio ambiente, o texto final carece de soluções concretas, entre elas, o pleito dos países em desenvolvimento de formar um fundo para o apoio ao desenvolvimento sustentável.
O documento, considerado fraco pela sociedade civil, não traz metas nem prazos, mas uma série de adiamentos e pedidos de estudos. O texto diz que os padrões de consumo precisam mudar, mas não afirma como isso vai acontecer -- em vez de disso, diz que os países vão estudar o assunto. Em vez de estabelecer um fundo de financiamento para ajudar os países menos desenvolvidos, afirma que será estudada uma maneira de arrecadar dinheiro de fontes diversas, em outras palavras, vão passar o chapéu e ver quanto dinheiro conseguem.
O governo brasileiro, líder das negociações, afirma que o documento foi uma vitória diplomática, e que era o "acordo possível". Por diversas vezes, durante a conferência, a delegação brasileira afirmou que as conversas entre os países estavam difíceis, e haviam vários pontos de desacordo.
O secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, por outro lado, elogiou o teor do documento, que chamou de "bem-sucedido". Ele acrescentou que o mundo não pode continuar a consumir os recursos escassos de maneira ineficiente e inapropriada.
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável
"Resolvemos estabelecer um processo intergovernamental inclusivo e transparente sobre as ODSs que está aberto a todos os interessados, com vista a desenvolver os objetivos de desenvolvimento sustentável global a ser acordado pela Assembleia Geral das Nações Unidas em setembro", diz o texto.
Um grupo de trabalho com 30 integrantes decidirá um plano de trabalho e apresentará uma proposta para os ODSs à Assembleia Geral da ONU em setembro de 2013.
Subsídios a combustíveis fósseis 
Também se esperava que a Rio+20 pudesse definir um compromisso para todos os países para eliminar subsídios aos combustíveis fósseis.
O texto da Rio+20 reafirmou compromissos anteriores de países de "eliminar gradualmente subsídios a combustíveis fósseis ineficazes e prejudiciais que encorajam o desperdício".
Mas não chegou a reforçar o compromisso voluntário com prazos ou mais detalhes, o que frustrou alguns grupos ambientalistas e empresariais.
Oceanos
O texto se comprometeu a "tomar medidas para reduzir a incidência e os impactos da poluição nos ecossistemas marinhos, inclusive através da implementação efetiva de convenções relevantes adotadas no âmbito da Organização Marítima Internacional".
Também reiterou uma necessidade de trabalhar mais para prevenir a acidificação do oceano.
No entanto, uma decisão muito esperada sobre uma estrutura de governo para águas internacionais, em especial em relação à proteção da biodiversidade, foi adiada por alguns anos.
Responsabilidades comuns, porém diferenciadas
Um dos pilares do documento da Eco92 foi o princípio das responsabilidades comuns, porém diferenciadas, que norteia acordos posteriores, como o Protocolo de Kyoto. Seu fundamento é que todos os países são responsáveis, mas quem polui mais (os países mais ricos), deveria combater o problema com mais força e financiar os esforços de quem polui menos (os países mais pobres) e norteia também a questão do financiamentos.
Apesar de esforços de países (como os EUA) para tirar esse conceito do texto final, o princípio foi mantido. 
Financiamento
O processo será liderado por um grupo de 30 especialistas, que concluirá seu trabalho até 2014.
Sobre o auxílio financeiro aos países em desenvolvimento, o acordo insta os países ricos a fazerem "esforços concretos" para cumprirem a meta acordada anteriormente de 0,7 por cento de ajuda do Produto Interno BO acordo propôs que uma reunião geral da ONU em setembro adote uma resolução "reforçando e aprimorando" o Pnuma. Propôs dar ao Pnuma "recursos adequados, estáveis, seguros e financeiros crescentes" do orçamento das Nações Unidas e de contribuições voluntárias para ajudá-la a cumprir sua missão.
Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma)
Outro resultado da cúpula foi reforçar o Pnuma --programa internacional que coordena as atividades ambientais da ONU -- em uma agência com poderes iguais a outros órgãos da ONU, como a Organização Mundial da Saúde.
Esta foi uma das grandes polêmicas das negociações. Muitos países, como os africanos e europeus, apoiavam a iniciativa de transformação do Pnuma numa agência com mais poder e autonomia, enquanto outros, inclusive o Brasil, não apoiavam a ideia.
Economia Verde
Um dos principais temas da conferência foi o conceito de uma "economia verde", ou melhorar o bem-estar humano e a equidade social enquanto se reduz os riscos ambientais, que poderia ser um caminho comum para o desenvolvimento sustentável.
O acordo reafirmou que cada país poderia seguir seu próprio caminho para alcançar uma "economia verde". O texto dizia que poderia fornecer opções para a tomada de decisões políticas, mas que não deveria ser "um conjunto rígido de regras".
Um novo índice para a riqueza
Outro tópico da cúpula foi garantir que a contabilidade de governos e empresas reflitam lucros e prejuízos ambientais. O Produto Interno Bruto (PIB) sozinho não é mais capaz de avaliar a riqueza de um país, por medir apenas a atividade econômica, mas não a qualidade de vida de seus cidadãos ou seus recursos naturais.
O texto reconheceu a necessidade de "medidas mais amplas de progresso" para complementar o PIB para melhor informar as decisões políticas. Pediu à Comissão Estatística da ONU que lance um programa de trabalho para se desenvolver sobre as iniciativas existentes.

SÓ UM CADINHO MIÓ

                                                                  Mapa de Minas Gerais

                                             
     Pe.  ELCIO José de Toledo, SJ

Já rodei muito na vida,
Quase o Brasil inteiro
Estradas do norte e do sul
Sem ter nenhum paradeiro.
Ma vou contar uma coisa
E nisso sou bem verdadeiro
Se o mineiro sai de Minas
Minas nunca sai do mineiro

E não pode sair mesmo
Digo de um jeito maneiro
Depois de conhecer o Brasil
Eu posso dizer bem faceiro
Que quem conhece Minas,
Conhece o Brasil inteiro
E orgulhar-se de ser de Minas
É orgulhar-se de ser brasileiro.

Veja o Norte de Minas
Igual a cearense Icó
Tanta seca e pobreza
Que faz qualquer um sentir dó
Aquele calor e secura
Lembra o sertão Seridó
Ali é praticamente o Nordeste.
Só que “um cadinho mió”

Sim, Minas também tem nordeste
Jequitinhonha, dizia minha avó.
Gente aguerrida e guerreira
Que sempre agüenta o jiló
Mas que sabe descansar sossegado
Pescar, esperar o anzol.
Parece o povo baiano
Só que um “cadinho mió”.

Mas é no vale do Mucuri
Que a terra parece de um faraó
Lá tem gente honrada e honesta
Que não vai para o xilindró
Lá o pessoal aproveita de tudo
Dá valor até ao mocotó
Parece muito a Paraíba
Só que é um “cadinho mió”

E o povo do nosso Rio Doce
Povo moreno queimado do sol
Mas que trabalha na terra
Quieto poupando o gogó
Naquelas terras bonitas
Canta alegre o curió
É um pedaço do Espírito Santo
Só que um “cadinho mió”.


Do blog

PERMITA-ME SER IMPERFEITA...


Martha Medeiros - Jornalista e escritora


REPASSEM PARA TODAS AS MULHERES MARAVILHOSAS QUE TRABALHAM, QUE BATALHAM, QUE LUTAM PARA SER FELIZ!   

    (Texto  do Jornal O Globo)

'Eu não sirvo de exemplo para nada, mas, se você quer saber se isso é possível, me ofereço como piloto de testes. Sou a Miss Imperfeita, muito prazer. A imperfeita que faz tudo o que precisa fazer, como boa profissional, mãe, filha e mulher que também sou: trabalho todos os dias, ganho minha grana, vou ao supermercado, decido o cardápio das refeições, cuido dos filhos, telefono sempre para minha mãe, procuro minhas amigas, namoro, viajo, vou ao cinema, pago minhas contas, respondo a toneladas de e mails, faço revisões no dentista, mamografia, caminho meia hora diariamente, compro flores para casa, providencio os consertos domésticos e ainda faço as unhas e depilação!
E, entre uma coisa e outra, leio livros.
Portanto, sou ocupada, mas não uma workaholic.
Por mais disciplinada e responsável que eu seja, aprendi duas coisinhas que operam milagres.
Primeiro: a dizer NÃO.
Segundo: a não sentir um pingo de culpa por dizer NÃO.
Existe a Coca Zero, o Fome Zero, o Recruta Zero.
Pois inclua na sua lista a Culpa Zero.
Quando você nasceu, nenhum profeta adentrou a sala da maternidade e lhe apontou o dedo dizendo que a partir daquele momento você seria modelo para os outros..
Seu pai e sua mãe, acredite, não tiveram essa expectativa: tudo o que desejaram é que você não chorasse muito durante as madrugadas e mamasse direitinho.
Você não é Nossa Senhora.
Você é, humildemente, uma mulher.
E, se não aprender a delegar, a priorizar e a se divertir, bye-bye vida interessante. Porque vida interessante não é ter a agenda lotada, não é ser sempre politicamente correta, não é topar qualquer projeto por dinheiro, não é atender a todos e criar para si a falsa impressão de ser indispensável. É ter tempo.
Tempo para fazer nada.
Tempo para fazer tudo.
Tempo para dançar sozinha na sala.
Tempo para bisbilhotar uma loja de discos.
Tempo para sumir dois dias com seu amor.
Três dias..
Cinco dias!
Tempo para uma massagem..
Tempo para ver a novela.
Tempo para receber aquela sua amiga que é consultora de produtos de beleza.
Tempo para fazer um trabalho voluntário.
Tempo para procurar um abajur novo para seu quarto.
Tempo para conhecer outras pessoas.
Voltar a estudar.
Tempo para escrever um livro que você nem sabe se um dia será editado.
Tempo, principalmente, para descobrir que você pode ser perfeitamente organizada e profissional sem deixar de existir.
Porque nossa existência não é contabilizada por um relógio de ponto ou pela quantidade de memorandos virtuais que atolam nossa caixa postal.
Existir, a que será que se destina?
Destina-se a ter o tempo a favor, e não contra.
A mulher moderna anda muito antiga. Acredita que, se não for super, se não for mega, se não for uma executiva ISO 9000, não será bem avaliada. Está tentando provar não-sei-o-quê para não-sei-quem.
Precisa respeitar o mosaico de si mesma, privilegiar cada pedacinho de si.
Se o trabalho é um pedação de sua vida, ótimo!
Nada é mais elegante, charmoso e inteligente do que ser independente.
Mulher que se sustenta fica muito mais sexy e muito mais livre para ir e vir. Desde que lembre de separar alguns bons momentos da semana para usufruir essa independência, senão é escravidão, a mesma que nos mantinha trancafiadas em casa, espiando a vida pela janela.
Desacelerar tem um custo. Talvez seja preciso esquecer a bolsa Prada, o hotel decorado pelo Philippe Starck e o batom da M.A.C.
Mas, se você precisa vender a alma ao diabo para ter tudo isso, francamente, está precisando rever seus valores.
E descobrir que uma bolsa de palha, uma pousadinha rústica à beira-mar e o rosto lavado (ok, esqueça o rosto lavado) podem ser prazeres cinco estrelas e nos dar uma nova perspectiva sobre o que é, afinal, uma vida interessante' .

CAMINHO PARA A FELICIDADE

O caminho para a felicidade não é reto.
Existem curvas chamadas EQUÍVOCOS, 
existem semáforos chamados AMIGOS, 
luzes de cautela chamadas FAMÍLIA, 
e tudo se consegue se tens:
um estepe chamado DECISÃO, 
um motor poderoso chamado AMOR, 
um bom seguro chamado FÉ, 
combustível abundante chamado PACIÊNCIA, 
mas, acima de tudo, um motorista habilidoso chamado DEUS!




Perguntaram a Mahatma Gandhi quais são
os fatores que destroem os seres humanos.
Ele respondeu:
A Política, sem princípios;
o Prazer, sem compromisso;
a Riqueza, sem trabalho;
a Sabedoria, sem caráter;
os Negócios, sem moral;
a Ciência, sem humanidade;
a Oração, sem caridade.

A vida me ensinou:

que as pessoas são amigáveis, se eu sou amável,
que as pessoas são tristes, se estou triste,
que todos me querem, se eu os quero,
que todos são ruins, se eu os odeio,
que há rostos sorridentes, se eu lhes sorrio,
que há faces amargas, se eu sou amargo,
que o mundo está feliz, se eu estou feliz,
que as pessoas ficam com raiva quando eu estou com raiva,
que as pessoas são gratas, se eu sou grato.

A vida é como um espelho:
se você sorri para o espelho, ele sorri de volta.
A atitude que eu tomar perante a vida é
a mesma que a vida vai tomar perante mim.

"Quem quer ser amado, ame!"

22/06/2012

AS MELHORES COISAS



              AS MELHORES COISAS E  BELOS PÁSSAROS PARA SUA APRECIAÇÃO

19/06/2012

CRISTO REDENTOR



RIO DE JANEIRO

PARA QUEM NÃO CONHECE E PARA QUEM DESEJA REVE-LO...
BOA RECREAÇÃO

RIO + 20



 Rio+20, a Conferência das Nações Unidas sobre Sustentabilidade e  Desenvolvimento Sustentável.  

Sustentabilidade é um conceito que eu venho tentando por em prática em meu dia-a-dia. Sei que é muito mais do que preservar o verde (também faz parte, claro!), mas envolve principalmente 3 pilares: o social, econômico e ambiental. 
Também envolve num âmbito geral, o cuidado – comigo, com o outro e entre as pessoas. 
Repensar é um ‘R’ muito importante neste processo. Repensar as nossas atitudes.
Representantes de diversos países estão  participando e há grande esperança que algo de muito bom sairá desta enorme convenção mundial, sediada na cidade do Rio de Janeiro, como foi a Rio 92, há exatos 20 anos. 
O tema central da Conferência é ‘Economia Verde’. 

  “Sustentabilidade um termo usado para definir ações e atividades humanas que visam suprir as necessidades atuais dos seres humanos, sem comprometer o futuro das próximas gerações…” 
Delegações de 193 países avaliam desde as 7h desta terça-feira (19) a conclusão do texto da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, na Rio+20. Após a plenária da madrugada, o chanceler Patriota fez uma breve declaração à imprensa. 
— Temos um texto e fizemos o possível para incorporar o máximo, inclusive negociações e consultas de Ultimo minuto. Quero agradecer a todos pelo espírito de cooperação e liderança. Mantivemos o compromisso de concluir o exercício da noite de ontem [segunda-feira] até hoje [terça-feira].
Os negociadores tiveram acesso ao texto nesta manhã por meio de um fórum virtual. Todos deveriam fazer a análise para debater na plenária marcada para as 10h30 no Riocentro, zona oeste carioca. Neste encontro, qualquer delegação pode rejeitar propostas e se manifestar, discordando em relação a ítens contidos no texto. O Itamaraty prevê que os debates avancem durante a tarde e não confirmou horário para a divulgação oficial do documento final, que será apresentado aos chefes de Estado a partir de quarta-feira (20), amanhã.
Os negociadores disseram que no documento há de forma clara a recomendação para o fortalecimento do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) e indicações para que, no futuro, seja  criado um órgão independente. Há ainda detalhes sobre a proteção das águas oceânicas e uma espécie de bloco destinado aos financiamentos, mas sem cifras exatas.
Questão financeira é o impasse...
No entanto, ficará para outro momento de negociações a proposta do Brasil e dos países em desenvolvimento para a criação de um fundo específico para o desenvolvimento sustentável. A ideia era criar o fundo com recursos iniciais de US$ 30 bilhões, mas que até 2018 alcançaria US$ 100 bilhões.

Os representantes dos países ricos vetaram a proposta, alegando dificuldades econômicas internas. 
A União Europeia anunciou segunda-feira à noite, por meio de declaração, que o ideal era levar as negociações para o nível de ministros, retirando o debate do âmbito de diplomatas e técnicos.
Os negociadores se dividiram ontem, ao longo do dia, em quatro grandes grupos dedicados às questões sem acordo. Houve debates sobre as fontes de financiamentos para a implementação das metas fixadas, as definições referentes à regulamentação das águas oceânicas, o fortalecimento do Pnuma e o detalhamento relativo à economia verde. 
Em relação ao Pnuma, foram feitas duas alterações, incluindo o fortalecimento do programa e a possibilidade de ele ser ampliado e se tornar, no futuro, um organismo autônomo. A delegação brasileira defendia a criação imediata de um órgão independente incorporando o Pnuma, nos moldes da Organização Mundial da Saúde (OMS).

O que é Sustentabilidade para você?









16/06/2012

15/06/2012

MULHERES CELTAS




MULHERES BATALHEM PELA SUA DIGNIDADE NÃO DEIXEM QUE HOMEM NENHUM AS HUMILHE...

12/06/2012

DIA DOS NAMORADOS



dia dos namorados é uma data especial.
Seu surgimento foi em homenagem aos deuses Juno e Lupercus, conhecidos como os protetores dos casais. No dia 15 de fevereiro, faziam uma festa a estes, agradecendo a fertilidade da terra, os rapazes colocavam nomes de moças em papeizinhos para serem sorteados. O papel retirado seria o nome de sua esposa.
Como muitos casais apaixonados eram impedidos por suas famílias de casarem-se, um padre de nome Valentino passou a realizar matrimônios às escondidas, quando os casais fugiam, para que não ficassem sem receber as bênçãos de Deus.
Com isso, o dia 14 de fevereiro passou a ser considerado o dia de São Valentin (Valentine’s Day), em homenagem ao padre, sendo comemorado nos Estados Unidos e na Europa como o dia dos namorados.
A divulgação da data no Brasil foi feita pelo empresário João Dória, que havia chegado do exterior. Representantes do comércio acharam uma ótima ideia para aquecer as vendas e escolheram o dia 12 de junho para ser o dia dos namorados em nosso país. 
A data foi escolhida às vésperas do dia de santo Antônio, o santo casamenteiro.
As pessoas apaixonadas costumam presentear seus namorados ou cônjuges, a fim de mostrar todo o amor que sentem.
Nessa data, os casais saem para trocar presentes e comemorar, com um jantar romântico, a paixão que sentem um pelo outro, a afetividade e o amor, como forma de agradecer o companheirismo e a dedicação entre ambos.
Mas existem várias formas de comemorar o dia dos namorados. 
Mandar flores, cestas de café da manhã, uma cesta de happy hour para degustarem juntos, mensagens por telefone, serenatas, fazer uma pequena viagem, passar um dia em uma casa de relaxamento (SPA), dentre outras.
O importante é usar a criatividade e o romantismo!


Por Jussara de Barros

Vamos lá, o importante é homenagear, é o abraço, o reconhecimento, são as palavras gentis.
Eu ja ganhei o meu: um lindo buquê de rosas vermelhas acompanhado de palavras de reconhecimento, adorei!
Felicidades à todos os casais...
Parabens!!!

10/06/2012

DIA DO AMOR E DA SOLIDARIEDADE

AS AVÓS


Simples palavras que causam grande emoção!!!


DEFINIÇÃO DE AVÓ
Redação de uma menina de 8 anos, publicada no Jornal do Cartaxo, em Florianópolis.

Uma avó é uma mulher que não tem filhos, por isso gosta dos filhos dos outros.... As avós não têm nada para fazer, a não ser estarem ali. Quando nos levam a passear, andam devagar e não pisam nas flores bonitas e nem nas lagartas.... Nunca dizem: Some daqui!, Vai dormir!, Agora não!, Vai pro quarto pensar! Normalmente são gordas, mas mesmo assim conseguem abotoar os nossos sapatos. Sabem sempre que a gente quer mais uma fatia de bolo ou então, uma fatia maior.Só elas sabem como ninguém a comida que a gente quer comer. As avós usam óculos e, às vezes, até conseguem tirar os dentes. As Avós não precisam ir ao cabeleireiro, pois estão sempre com os cabelos arrumadinhos e cheirosas... não precisam de chapinha. Quando nos contam histórias nunca pulam partes e não se importam de contar a mesma história várias vezes. As Avós são as únicas pessoas grandes que sempre têm tempo para nós. Não são tão fracas como dizem, apesar de morrerem mais vezes do que nós. Todas as pessoas devem fazer o possível para ter uma Avó, ainda mais se não tiverem televisão.

02/06/2012

EI! SORRIA...




EI! Sorria...
Mas não se esconda atrás desse sorriso...
Mostre aquilo que você é, sem medo.
Existem pessoas que sonham com o seu sorriso, assim como eu.
Viva!
Tente!
A vida não passa de uma tentativa.
Ei!
Ame acima de tudo, ame a tudo e a todos.
Não feche os olhos para a sujeira do mundo, não ignore a fome!
Esqueça a bomba, mas antes, faça algo para combatê-la, mesmo que se sinta incapaz.
Procure o que há de bom em tudo e em todos.
Não faça dos defeitos uma distancia, e sim, uma aproximação.
Aceite!
A vida, as pessoas, faça delas a sua razão de viver.
Entenda!
Entenda as pessoas que pensam diferente de você, não as reprove.
Ei!
Olhe...
Olhe a sua volta, quantos amigos...
Você já tornou alguém feliz hoje?
Ou fez alguém sofrer com o seu egoísmo?
Ei!
Não corra.
Para que tanta pressa?
Corra apenas para dentro de você.
Sonhe!
Mas não prejudique ninguém e não transforme seu sonho em fuga.
Acredite!
 Espere!
Sempre haverá uma saída, sempre brilhará uma estrela.
Chore!
Lute!
 Faça aquilo que gosta, sinta o que há dentro de você.
Ei!
Ouça...
 Escute o que as outras pessoas têm a dizer, é importante.
Suba... faça dos obstáculos degraus para aquilo que você acha supremo,
Mas não esqueça daqueles que não conseguem subir a escada da vida.
Ei!
Descubra!
 Descubra aquilo que há de bom dentro de você.
Procure acima de tudo ser gente, eu também vou tentar.
Ei!
 Você... não vá embora.
Eu preciso dizer-lhe que... te adoro, simplesmente porque você existe.
Charles Chaplin